compre holistix
k

Com menos exigências externas e sem precisar se adequar à agenda de outra pessoa, nosso dia pode ficar muito mais leve, prazeroso e… saudável!

Estar em um relacionamento com outra pessoa é muito rico, de verdade. Porém, as fases em que estamos solteiras tem algo de muito especial: um gostinho indescritível de… Espaço. Sabe aquela sensação de ter um fim de semana todinho pela frente para fazer única e exclusivamente o que VOCÊ quer? É disso que estamos falando. Estamos loucas para aglomerar? Com certeza. Mas a real é que organizar a sua rotina e descobrir o que funciona para o seu corpo e mente no dia a dia fica muito mais fácil quando se tem tempo e disposição para investir (apenas!) em você. Vamos combinar: esse é o verdadeiro luxo. Aqui, te contamos 5 coisas que você pode fazer para aproveitar ao máximo o período (tão especial) de solteirice.

Testar diferentes rotinas

Rotina boa é a que funciona para você e nada melhor do que provar diferentes hábitos, horários e rituais para construí-la. Dica para começar: escolha um foco (relaxar depois do trabalho, por exemplo) e durante uma semana faça coisas diferentes com este objetivo. Você pode testar uma prática de yoga, usar uma almofada térmica quentinha para relaxar o pescoço ou mesmo fazer uma esfoliação a seco seguida de um banho tranquilo. Os mini-hábitos são ótimas ferramentas para aprender a ficar bem consigo mesma – relaxada e sem neuras.

Ficar mais atenta aos recados que o seu corpo te dá

O Ayurveda acredita – e a ciência moderna assina embaixo – que o nosso corpo não é capaz de fazer (bem, pelo menos) tantas coisas ao mesmo tempo. Você já sabe que cuidar da sua saúde mental é essencial, e ser multitarefa está longe de ser o nosso ideal, mas quando temos momentos sozinhas, sem interrupções ou estímulos de outras pessoas, podemos cultivar práticas de atenção que nos trazem para mais perto da essência e nos ajudam na autoescuta. Observar o seu corpo depois de uma refeição, perceber uma onda de raiva chegando ou simplesmente sentir o cansaço do corpo é uma questão de prática. E é muito fácil fazer tudo isso em uma rotina em que você é a sua própria companhia.

Fazer refeições em horários inusitados (que funcionam para você)

Quantas vezes você acabou comendo algo porque “chegou a hora” ou a pessoa ao seu lado pegou um lanchinho e você não resistiu? Pois bem: comer sem fome, de acordo com a Ayurveda, é provavelmente uma das piores coisas que você pode fazer pela sua digestão e, consequentemente, pela sua saúde. É preciso se conhecer muito bem para identificar os sinais de fome física, que são bem diferentes de sede e vontade de comer, mas com muita frequência pode ser confundido com eles. Te propomos um desafio: encha a geladeira de coisinhas saudáveis e, em um dia mais tranquilo e sem muitos compromissos de horário, vá levando o dia e sentindo os sinais do seu corpo. Coma apenas quando estiver com fome real – mesmo que isso signifique almoçar às 11h e jantar às 17h. Você vai se surpreender com como estava vivendo no automático e comendo de determinada maneira, simplesmente, por costume.

Comer melhor – e perceber como seu corpo reage

Temos o hábito de comer com outras pessoas e é comum não estarmos 100% presentes e focadas no nosso prato. Falamos sobre nossos problemas, escutamos o outro e nem nos damos conta se estamos mastigando o suficiente ou sentindo (de verdade) o gosto do que colocamos na boca. Aproveite os momentos em que estiver sozinha para fazer sua receita preferida com calma, comer devagar e aproveitar a sua própria companhia. E se você costuma almoçar e ir direto rolar o feed do Instagram ou sentar na frente do computador, pense duas vezes na próxima refeição. Dar dez minutinhos de descanso para o seu corpo e mente, depois desse processo, é um ritual valioso para melhorar a digestão e sintomas como gases e dores abdominais, sabia?

Criar novos hábitos em grupo

Estar solteira não significa estar sempre sozinha. Aproveitar a maior flexibilidade de horários para tentar incorporar novos rituais – e de quebra se conectar com outras pessoas – é muito possível, inclusive dentro de casa. Muitos espaços que antes funcionavam apenas fisicamente agora têm opções online: estúdios de yoga e locais de cursos presenciais são ótimas pedidas. Grupos de estudo também podem ajudar! Escolha um tema da sua preferência e se jogue (sem vergonha, ok?). A vida conectada vai muito além das redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *