compre holistix
k

Gostoso demais: reunimos obras que tratam o tema de diversas maneiras para colocar já na lista de próximas leituras

A pauta saúde mental nunca esteve tão em alta e, com a corajosa desistência de Simone Biles dos jogos Olímpicos, o assunto ganhou ainda mais holofote. Não por acaso: por causa da pandemia de Coronavírus, as pessoas começaram a se sentir mais confortáveis para falarem sobre seus medos, ansiedades e traumas (afinal, está difícil pra todo mundo, não é mesmo?). Com isso em mente, fizemos uma lista de cinco ótimos livros para quem se interessa ou quer saber mais sobre terapia e psicanálise.

Talvez você deva conversar com alguém (Lori Gottlieb)

De modo geral, buscamos a ajuda de um terapeuta para melhor compreender as angústias, os medos, a culpa ou quaisquer outros sentimentos que nos causam desconforto e sofrimento. Mas quantos de nós já paramos para perguntar: o terapeuta está imune à gama de questões que auxilia seus pacientes a digerir e superar? A autora best-seller e terapeuta Lori Gottlieb nos mostra que a resposta a essa pergunta traz revelações surpreendentes.

Talvez você deva conversar com alguém (Lori Gottlieb)

A cura de Schopenhauer (Irvin D. Yalom)

O diagnóstico de um câncer maligno força o renomado psiquiatra Julius Hertzfeld a fazer um balanço de sua vida e de seu trabalho. A depressão e a tristeza dão lugar à vontade de rever pacientes antigos e à pergunta: será que seu trabalho fez alguma diferença na vida dessas pessoas? Neste romance, o leitor irá acompanhar um embate emocionante entre pacientes e terapeuta, em que cada um expõe seus medos, defesas e fraquezas e aprende a ser mais humano e feliz.

A cura de Schopenhauer (Irvin D. Yalom)

Lacan ainda: testemunho de uma análise (Betty Milan)

A escritora e psicanalista Betty Milan focaliza a forma revolucionária de Jacques Lacan trabalhar — que subverteu a psicanálise, devolvendo a ela a virulência de seus primórdios — e oferece um testemunho íntimo e raro da análise que fez com o próprio, entre os anos de 1973 e 1978.

Lacan ainda: testemunho de uma análise (Betty Milan)

Cartas a um jovem terapeuta (Contardo Calligaris)

Vocação profissional, o primeiro paciente, amores terapêuticos, o dilema “curar ou não curar” e até questões práticas e o que fazer para ter mais pacientes são temas abordados neste livro. Mas, Calligaris introduz outros pontos também fundamentais na formação do psicoterapeuta, como as condições necessárias para seguir a profissão, quanto custa e o que é preciso ler. Aborda também, de uma forma muito sincera, a sempre conflitante e contraditória relação com a família. E responde uma pergunta frequente: por que os terapeutas enxergam tudo pelo prisma da sexualidade?

Cartas a um jovem terapeuta (Contardo Calligaris)

Uma biografia da depressão (Christian Dunker)

O psicanalista Christian Dunker trata a depressão como uma entidade em si, sujeita a documentos e arquivos que comprovam sua existência, que testemunham seus feitos e que elaboram suas razões de ser. Aqui nos mostra que a depressão é um nome demasiado pequeno para tantas formas e cores que ela reúne, e que, ao mesmo tempo, não andam juntas.

Uma biografia da depressão (Christian Dunker)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.