compre holistix
k

Beleza é algo que nutrimos de dentro para fora, é verdade. Mas esses estímulos internos podem ser reforçados com alguns hábitos práticos e fáceis. Vem ver o que diz a fonoaudióloga estética Laís Abreu

Atuante no ramo da fono estética há 12 anos, Laís, do @suabelezaleve, diz que a beleza de dentro para fora e de fora para dentro são processos complementares e indissociáveis. 

Exercitar e massagear os músculos da nossa face parece um território novo, mas quando paramos para pensar, fazemos isso automaticamente o dia todo, todo dia. 

Movimentamos o nosso rosto quando mastigamos, conversamos e quando expressamos emoções e sentimentos. Quando nos espantamos, nossos olhos se arregalam e os músculos da testa sobem em direção ao couro cabeludo, o que ocasiona pequenas linhas finas. Quando nos preocupamos, franzimos aquele ponto entre as sobrancelhas, chamado glabela, e assim por diante. É natural e faz parte do nosso rosto, não é verdade? 

Nossa pele conta a nossa história. E não é para menos: a nossa pele é o maior órgão do corpo humano e está sempre à mostra – passível de sofrer intervenções do mundo. Temos manchas de sol, sardas, pintas, rugas, linhas de expressão, acnes, cicatrizes, estrias. Tudo faz parte dela. E como é bom reconhecer a beleza e a naturalidade disso, não? 

Pele: repleta de histórias e camadas

A especialista Laís compara a pele do nosso rosto a uma massa folhada: tem várias camadas que podem ser trabalhadas e estimuladas de diferentes formas. “Hoje em dia, existem muitas informações sobre cuidados com a pele e cuidados faciais, mas é necessário ter acesso a informações e profissionais corretos, para que se alcance resultados positivos e reais sem que isso prejudique a nossa pele de alguma forma”, explica. 

Laís conta que o objetivo de seu trabalho é fazer com que cuidados de beleza estejam sempre aliados ao bem-estar e a uma rotina sustentável e possível. “É uma delícia poder desprender de trinta minutos para fazer uma sessão de skincare, mas sejamos sinceras: isso é pouco viável para o nosso cotidiano, certo? Por isso, aprender hábitos práticos e simples é importante para termos uma rotina de cuidados que caiba no nosso dia a dia”, explica. 

Cuidar da pele do rosto fazendo massagens e relaxando os músculos com auxílio das nossas mãos ou de acessórios, além de ser super prazeroso, traz resultados instantâneos e, também, a médio prazo, com efeitos cumulativos, sabia? 

Quando falamos de resultado imediato, Laís explica que é algo perceptível: após alguns minutinhos massageando nossa face seguindo as fibras musculares, vemos o efeito “glow”, característico da drenagem linfática. Esse brilho e viço da massagem viabiliza que o rosto desinche e dê uma sensação e aparência de “lifting”. 

“Existem exames em que é possível analisar nossa linfa, ou seja, líquidos do nosso corpo que a gente acumula – processo natural do nosso corpo. Ao massagear e estimular nossa musculatura, seja com nossas mãos ou instrumentos, conseguimos ver esses ‘riozinhos’ de linfa muito mais caudalosos e fluidos, correndo mais rápido. Isso porque a massagem potencializa e acelera o processo de desinchaço”, conta a fonoaudióloga estética. 

Muito além do estético: os efeitos da massagem na saúde

Massagens e drenagens são recursos terapêuticos usados, também, em tratamentos. Pacientes que estão tratando o câncer, por exemplo, quando fazem quimioterapia, podem apresentar inchaços no corpo. As massagens conseguem reverter esse tipo de quadro, seja facial ou corporal.

 É importante dizer, nesse âmbito, que para qualquer pessoa, o processo de inchar e reter líquidos é natural e toda pessoa tem: quando acordamos, quando tomamos drinks, quando nos alimentamos. Estamos sempre inchando e desinchando. As massagens vêm para acelerar e garantir resultados melhores, por isso, a constância delas é importante. 

Os estímulos de camadas mais profundas, nas nossas musculaturas faciais, conseguem relaxar as fibras com o alongamento proporcionado pela massagem. “Isso é usado, inclusive, em casos de reabilitação de paralisia facial, por exemplo. A fono estética vem disso, da reabilitação de pacientes em que se foi vendo resultados, também, estéticos”, conta Laís Abreu.

Relaxando e alongando a musculatura do nosso rosto, conseguimos ativar músculos de sustentação da nossa face, como bochechas e papada. Tonificadas, essas fibras musculares conseguem levantar nosso rosto e, como músculo tem memória, ele aprende, com o tempo, a ficar menos tenso e franzido. Aí, entra, também, o poder de reverter rugas e linhas de expressão com a frequência das massagens. 

Massagem facial para iniciantes: como devo cuidar da minha pele? 

De acordo com Laís, é possível mesclar diferentes tipos de massagens: as mais vigorosas que acabam trazendo mais fricção, é interessante fazer de duas a três vezes por semana, para dar um tempo de descanso para a pele. “A recomendação de ouro é observar como a sua pele responde aos estímulos. Se sua pele for sensível, diminua a intensidade e frequência das massagens”, adverte.

No caso de massagens mais gentis, Laís conta que podem ser feitas diariamente, sem problemas: “Em cinco minutinhos, você estimula gentilmente diversos pontos do seu rosto. Nas massagens mais vigorosas e completas, se você tiver prática, consegue executar mais de 100 diferentes movimentos e, em cerca de sete minutos, faz uma massagem facial supercompleta”, conta.

Para quem ainda não tem prática, os acessórios faciais podem ser excelentes aliados: “Essa é uma das grandes vantagens das ventosas, já que elas estimulam nosso rosto em diferentes níveis, dos mais gentis aos mais intensos, de uma forma simples e prática. Além de serem fáceis de manusear, elas conseguem executar movimentos complexos de forma simples, que as nossas mãos não conseguem reproduzir”, recomenda.

Além de acessórios como as ventosas faciais, Laís fala da importância da constância e do hábito: “Quando a gente fala em hábitos, é crucial que a gente ache interessante a prática que a gente quer inserir na rotina. Nesse âmbito, os acessórios são ideais, já que eles criam um quê de algo legal”.

Nossas mãos são excelentes ferramentas, mas elas não conseguem fazer tudo – ainda mais quando não temos prática. “Você consegue pregar um prego com uma sola de sapato? Até que sim, mas um martelo é melhor, certo? Por isso, acessórios e ferramentas certas ajudam a potencializar movimentos e facilitam as massagens”, brinca a fonoaudióloga estética.

Boas práticas da massagem facial para iniciantes

Regra número um: precisamos de deslizamento. A ideia é fazer uma massagem, não uma esfoliação, certo? Com pouca lubrificação, quando movimentamos nossas mãos ou acessórios no rosto, podemos criar preguinhas e marcas na pele, o que é o contrário do que buscamos na hora da massagem.

Outra dica é a consciência facial na hora da massagem. Precisamos estar atentas ao momento presente. De nada adianta ficar concentrada massageando o queixo com a testa franzida, não é verdade? Lembre-se de estar relaxada e atenta aos movimentos e suas expressões.

Por fim, o sentido dos movimentos no rosto é importante, já que têm que seguir as fibras musculares. Em linhas gerais, podemos dizer que movimentar as mãos sempre do centro do rosto para as laterais, é positivo. “Além de favorecer a drenagem linfática, esse movimento segue as fibras musculares”, explica Laís.

Na testa, a gente segura um ponto com as pontas dos dedos, e, com a outra mão, massageamos os dedos arrastando sentido couro cabeludo.

Reverter linhas de expressão e rugas com a massagem facial: é possível?

A resposta curta é: sim, é possível reverter quadros. A resposta longa, no entanto, conta que as massagens não têm propriedades curativas e nunca será possível remover 100% uma ruga ou uma marca de expressão.

“Suavizar é a palavra certa. A massagem ensina a musculatura facial a se comportar de outra forma. Mas é importante a gente frisar que nosso rosto expressa sentimentos e emoções e é muito natural que a gente franza a testa, que aperta os olhos, que mexa a boca de determinadas formas. As linhas finas sempre estarão lá, porque é natural que as tenhamos”, explica Laís.

Para explicar melhor, vamos supor que todos os dias, você franze a testa ao menos cem vezes. Mas aí, você aprende a fazer metade disso, porque sua pele aprendeu a estar em um estado de menos tensão. Aí entram os resultados: você melhora o que já está estabelecido e porque aprendeu a manter o movimento saudável do rosto, e tem músculos bem irrigados e tonificados. Demais, né?

Ficou com vontade de começar? Então corre pro site da Holistix para garantir o seu Kit Massagem Facial: com duas ventosas de diferentes tamanhos e óleo facial BBA. Tem 12% OFF no seu primeiro pedido, viu?

Ah, e mais uma informação legal: quando falamos de fonoaudiologia estética, para fazer exercícios faciais, que é uma diferente abordagem, fazer as massagens antes pode ajudar (e muito). Depois de massagear o rosto, seus músculos já estarão bem irrigados e mais “espertinhos” para se exercitar. É como fazer um alongamento antes de correr, sabe?

Aproveite e comece hoje mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.