compre holistix
k

Aqui, minha experiência com a Yoga Massagem Ayurvédica (YMA) de Julia Ades

Eu passei muito tempo ouvindo “abra espaço no seu corpo” durante os ásanas (como chamamos as posturas) da hatha yoga e pensando que espaço era esse. Pois bem: evoluindo na prática, percebi que é muito louco como a nossa vida urbana e de escritório faz com que os nossos músculos, órgãos e articulações fiquem “grudados”, apertados e tensionados. Você nem precisa de muito – basta um superalongamento sozinha na sua casa para ver como faz diferença mexer essas estruturas. Agora imagina ter uma pessoa te esticando e virando do avesso, na melhor versão que isso poderia ter?

É o que faz a Yoga Massagem Ayurvédica (YMA), método criado pela mestra indiana Kusum Modak há 40 anos e que mistura os conhecimentos da yoga e da Ayurveda em mais de 200 manobras em nosso corpo. Ela serve para tratar tanto dores no corpo quanto questões emocionais – e as duas coisas juntas também, né? Já que muito dos sentimentos sobrecarrega o nosso físico. A história é essa aqui: puxa, estica, aperta, de um lado, do outro, de costas, de bruços. Julia Ades, terapeuta corporal responsável por fazer a minha massagem, me revirou toda e até andou nas minhas costas. E foi uma delícia!

Retomando os tais dos espaços que falei no início, nunca na vida tinha me dado conta do quanto minhas escápulas eram travadas (já ouvi dizer que a nossa raiva interna fica por ali). Tanto que foi necessária uma atenção especial nessa área, seguida de um superalívio, tipo tirar um saco de cimento das costas. Também tenho um desgaste nos joelhos por conta do volume de atividade física, então dá-lhe – abençoadas! – manobras na região. A corredora aqui agradece. Saí molinha,molinha, muito relaxada e até tive uns sonhos à noite. Vibes insights da vida. Não sei se você acredita, mas acho que esse estica e puxa dá uma boa chacoalhada na nossa mente também. Ainda bem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.